Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Novidades e Golden Boy

Bom, como sabem... Leitores... Será que tem alguém que lê esse blog?
Sério?
Sem parceiros, views (tem até mais do que o AudioGuiado) enfim.
Nem uma mosca?
 Um certo dia, olhei em volta do blog, vi que tem algo de errado: ele existe. Mas, não posso concertar isso (desculpe, a internet é livre). Se quer ficar revoltado, pergunta o porquê do Olavo de Carvalho e esse cara ainda terem acesso a internet!?

Sobre o design, tenho que arrumar, tentem evitar a coluna lateral, mas, atrapalha para os leitores lerem e pesquisar novos posts.
Sobre as bobagens em uma imagem e musicas, vou tentar o Tumblr, sim, é o SandBox do Zé.

O AudioGuiado vai ser postado no Youtube em breve e voltarei a prancheta para renovar o podcast.
Vou deixar registrado aqui para ler futuramente e ver as promessas... Quantas já fiz...

Enfim, só por essa semana.

Fiquem com essa recomendação: Golden Boy.  Kintaro Oe é um jovem de 25 anos que largou a faculdade de direito para começar uma aventura com sua bike (cresent moon)…

[REVISÃO] MAX PAYNE 3

Isso é uma velharia que fiz no curso técnico de Jogos Digitais. Um trabalho de conclusão de um módulo. Olhei de relance no meu Google Drive e decidi postar sem alterações. Poderia ter postado na RDG, mas, acabei com o blog...

O que posso dizer (agora) sobre Max Payne 3  é que: Não foi um game memorável, mas é bom. Foi lançado e menos de um ano a Rockstar anuncia mais um video de GTA V - com Radio Ga Ga de Queen no trailer. O hype foi mais elevado, abafando Max Payne 3.
Max Payne 3 é um "protótipo" de gameplay de ação de GTA V  - é muito visível pra quem jogou. Até o Bullet-Time está presente no personagem Michael.

Bom, fica ai o texto feito em DEZEMBRO DE 2012 - que época de ensino médio e técnico boa!

------

MAX PAYNE 3

Parece que a Rockstar teve várias missões: Conseguir fazer um Max Payne sem a empresa Remedy Entertaniment, superar os dois jogos antecessores (Max Payne e Max Payne 2), conseguir fazer um roteiro sem o toque do criador da série, Sam Lake. E o mais díficil: fa…